CASES DE SUCESSO

Sr. Rosuel Lima dos Santos

O Sr. Rosuel Lima dos Santos é proprietário de uma mercearia na folha 33 do Bairro Nova Marabá, na cidade de Marabá-PA. Iniciou seu negocio com recursos próprios em sua casa de madeira, transformando sua sala em uma pequena mercearia (MERCEARIA PINGUIM). Havia muitas dificuldades financeiras, mas com muita perseverança e dedicação foi melhorando o seu empreendimento. Hoje sua mercearia além de organizada e surtida agora é de alvenaria.

Antes já havia tentado conseguir créditos em outras instituições credoras mas não teve sucesso por conta das taxas de juros altas, burocracia, entre outras dificuldades.

Tomou conhecimento do Programa AMAZÔNIA FLORESCER através de uma Palestra realizada na Associação do Bairro pelo  Assessor de Microfinancas Edilson Junior que lhe explicou sobre o programa. Após a palestra, o Sr. Rosuel formou o grupo solidário denominado “Amigos 33” e agendou uma visita com o assessor em seu empreendimento. Informou que foi muito bem atendido desde o levantamento socioeconômico do grupo solidário até a liberação do crédito. Com o crédito do AMAZÔNIA FLORESCER o empreendedor pôde comprar as mercadorias para sua mercearia e, paralelamente, empregou suas economias na reforma e construção de seu ponto comercial.

“Ajudou bastante desde o 1º credito, muito bom, bom mesmo...”, comenta o empreendedor.

 

FONTE: Agência Marabá-Pa

Dona Maria Solange

A Dona Maria Solange Correa Aragão iniciou uma pequena atividade vendendo de porta em porta confecções femininas e masculinas com recursos próprios e ajudada por seu esposo. Ela enfrentou muitas barreiras para conseguir crédito, pois não tinha como dar garantias a determinadas instituições financeiras e ainda não poderia utilizar o marido como fiador. Segundo ela: “A dificuldade foi enorme, pois só havia a minha palavra como garantia”. Ela conheceu o Amazônia Florescer por meio da Sra. Maria de Nazaré Mescouto, sua vizinha, que a convidou para formar um grupo solidário denominado “Osvaldo Cruz”. A princípio Maria Solange confessa que ficou meio desconfiada, mas quando foi apresentada ao grupo, percebeu que já conhecia as outras pessoas. O acesso ao crédito a impressionou bastante: “Nem acreditei de tão rápido que foi, acho que passou uns 5 dias, foi muito rápido”. Com o crédito conseguiu sair do porta a porta e abriu 2 pequenas loja. Depois do acesso ao Amazônia Florescer ela pretende ampliar para mais lojas com perspectiva de abrir lojas em outros bairros. Ela comenta alegremente: “Espero contar sempre com esse PROGRAMA que me ajudou e ainda me ajuda muito e principalmente confiou na minha pessoa. Obrigado a toda a equipe em especial ao Assessor de Negócios o Sr. Neres que se dedicou ao nosso grupo”.

 

FONTE: Agência Ananindeua - Cidade Nova

“Na verdade o Amazônia Florescer realizou meu sonho, pois iniciei com vendas de porta a porta e hoje possuo duas lojas, uma de moda feminina e outra de peças intimas”.

Dona Maria Solange

Maria Neves dos Santos Oliveira

A Senhora Maria Neves dos Santos Oliveira, conhecida como Dinha, é uma costureira cliente do Amazônia Florescer. Ela iniciou sua atividade em 2003 após fazer um curso de corte e costura de peças íntimas e comprar 02 máquinas portáteis. Mas antes de ser cliente do Programa Dinha diz que encontrou muitas dificuldades para conseguir empréstimos, pois não tinha comprovante de renda e por isso não conseguia aprovar seu cadastro nos bancos tradicionais. “A burocracia era muito grande e os juros eram caros demais”, afirma ela que sustenta toda a família, pois, o marido está há bastante tempo desempregado fazendo apenas pequenos "bicos".

Dinha fez uma visita a agência do Banco da Amazônia e lá foi orientada a procurar a Unidade de Microfinanças do AMAZONIA FLORESCER. Ela relata que “foi muito fácil. Após ir ao escritório, agendei visita com uma agente e em 05 dias tive o crédito liberado. Fiz o investimento em matérias-primas, pois antes não tinha muita sobras. Após o 3º crédito e com o aumento dos lucros tripliquei minha renda e fui construindo meu ateliê e adquiri mais 05 máquinas. Fiquei muito contente em saber que tinha com quem contar para crescer. Pretendo produzir peças que tem retorno rápido e em grande quantidade, além de ter planos para funcionar como distribuidora. Penso também em abrir uma loja ou um ponto na feira da CEASA, bem como contratar mais ajudantes se aumentar muito a produção”.

Sr. Ênio

O seu Ênio é um empreendedor popular da ilha de Mosqueiro - Belém - PA. Está há mais de 30 anos no mercado da vila, comunidade deste distrito, vendendo camarão e pirarucu. Apesar de ter perdido a visão por causa de um glaucoma, sempre que visitamos o seu Box no mercado da vila, ele está sempre de bom humor, brincando com todos. Conta sempre com a ajuda de sua esposa, dona Irene, sua grande parceira na venda e no bloco do camarão, que desfila no carnaval em Mosqueiro e já conta com cerca de 400 brincantes.

Já fez cinco financiamentos pelo Amazônia Florescer. Aderiu ao programa por gostar da proposta de juros baixos e pela ajuda que dá aos pequenos empreendedores. Por conta da parceria com o programa, já dobrou o seu volume de compra de mercadorias.

O seu Ênio é um exemplo claro não só de empreendedorismo, mas de vida, de que podemos ser felizes, mesmo passando por grandes dificuldades.

A Sra. Ângela Batalha

A Sra. Ângela Batalha começou a trabalhar em 2009 com vendas de frango aos finais de semana, pois a mesma não possuía capital suficiente para aquisição de matéria prima para oferecer frangos diariamente à população.  A cliente tinha medo de financiar créditos em bancos, além de achá-los burocráticos demais.

Mas quando conheceu o Amazônia Florescer, viu que a coisa não era bem assim. Ao entrar em contato do Assessor de Negócios Gleison Barbosa, que lhe entregou o panfleto em sua residência, se interessou pela oportunidade e convocou umas amigas que também já sabiam do financiamento e formaram o primeiro grupo solidário do qual participou denominado “Nova Vida”. No período do primeiro credito o banco disponibilizou R$ 600,00 de 4 vezes para cada integrante do grupo, quitaram e hoje devido o crescimento do seu empreendimento, a Sr. Ângela mudou para um grupo com capacidade de crédito maior, recebeu R$ 1.800,00 e está atualmente no grupo “mais que vencedores” e no 3º crédito.

Os créditos sequenciais possibilitaram ampliar o empreendimento com aquisição de mercadorias como: feijão, açúcar, charque, farinha, mortadela, ovos e etc. Ampliou o comercio, mas não abandonou a venda de frangos. Hoje compra mais caixas de frango e consegue vender diariamente o que antes só fazia aos fins de semana. A cliente sonha: “Futuramente pretendo renovar meu crédito pela 4ª vez e já penso no financiamento fixo para aquisição de novas maquinas e equipamentos para meu comercio, pretendo ampliar cada vez mais ate se tornar um mini mercado. Espero que essa oportunidade ajude muita gente, pois, oportunidade como essa só o AMAZONIA FLORESCER do BANCO DA AMAZONIA pode oferecer aos microempreendedores.”

Sra. Nelcineles de Sousa Ferreira

A Sra. Nelcineles de Sousa Ferreira sustenta sua família com muito trabalho e com a renda de seu pequeno empreendimento. Começou seu negócio com apenas R$ 200,00 comprando farinha, arroz e feijão para revenda. Tentava ampliar seu negócio, mas já estava sem esperança de conseguir crédito na praça, devido a grande burocracia dos bancos. Porém, ela conheceu o Programa Amazônia Florescer através do grupo solidário “Mulheres Vitoriosas” formado por suas vizinhas e do qual agora faz parte. Com 1 ano e meio no Programa e crédito subseqüentes, adequados as necessidades do seu empreendimento, foi possível aumentar seu estoque de mercadorias, gerar muitos benefícios para a cliente e seu trabalho, e dar melhores condições de vida para sua família.

 

Dos R$ 200,00 iniciais, hoje tem um pequeno mercadinho que aumentou sua renda consideravelmente. “hoje a minha vida mudou muito e pra melhor. E para todas as pessoas que não conhecem e nunca participaram do Amazônia Florescer é melhor participar, pois pode ter certeza que a sua vida vai mudar totalmente, pois o Programa é uma motivação, um incentivo para o pequeno empreendedor”, relata a satisfeita cliente.

 

Fonte: Agência Santarém-PA

Sr. Fredson Sariano

O Sr. Fredson Soriano dos Santos trabalha no ramo de embarcação há 9 anos realizando passeios de turismo todos os dias das 07 às 17 hs nas comunidades ribeirinhas de Manaus-AM. Casado e com 3 filhos para criar, herdou esse ofício do pai que transferiu o trabalho ao filho por conta do cansaço de vários anos de trabalho.

Seus clientes são nativos e estrangeiros e cobra R$ 50,00 por pessoa com um passeio de duração de ½ h a 1 h, dependendo da localidade ou oferece pacote completo com direito ao roteiro Porto da CEASA-Catalão-Terra Nova-Janauary-Porto da CEASA, no valor de R$ 200,00 para 5 pessoas.

Mesmo fazendo parte da Associação dos Canoeiros do Porto do Ceasa (ACPC), encontrou muitas barreiras para conseguir um crédito no sistema bancário tradicional por não possuir comprovação de renda.

Conheceu o Amazônia Florescer por meio de vários clientes e amigos localizados na feira do Porto do Ceasa em Manaus-AM. Viu a oportunidade bater a sua porta e não perdeu tempo. Entrou no Grupo Solidário chamado “Francisco Souza” junto com mais 5 pessoas e foi visitado pela Assessora de Negócios Eliana Braga para realizar a solicitação de crédito e o levantamento socioeconômico do cliente. Achou o acesso ao crédito “bom, prático e rápido” e com o crédito foi possível ao Sr. Fredson oferecer mais segurança e conforto necessário de uma boa viagem para seus passageiros e, principalmente, regularizar o barco junto a ACPC.

“Desejo contar sempre com o apoio do Amazônia Florescer no meu empreendimento. Abriu as portas em um momento que eu mais precisava”, relata o cliente.

 

Fonte: Agência Manaus-Metro

 

 

Belém - Matriz

R. Sen. Manoel Barata - Campina, Belém - PA

(91) 3212-8279

mail@website.com

©2018. AMAZOMCRED by Taí Comunicações. All Rights Reserved